Dia 1. O primeiro de todos os outros. O dia da esperança, das grandes convicções, das resoluções e promessas que se fizerem em 2017. O dia em que, toda a gente, os mais crentes e os que não ligam nenhuma, estão efectivamente com um espírito novo.

Há qualquer coisa que nos une neste dia. Todos queremos estar e dar o nosso melhor. E queremos sempre que o novo ano seja o melhor ano de sempre!

Estive bastante ausente do blog no passado mês, mas a minha vida deu (mais) uma grande volta. E não consegui estar em todo o lado.

Ideias arrumadas, rumo (re)definido e cá estou eu!

Temos pela frente 365 possibilidades de fazermos diferente. A direção é mais importante que a velocidade.

Se querem mudar algo, aproveitem! A mudança traz trabalho, mas faz bem. E nunca se sabe o que nos espera se não formos à procura.

BOM ANO!

Vossa,

JT

Comemoramos o dia 1 de Janeiro como o “dia de ano novo” por decreto do imperador romano Júlio César, em 46 a.C. Este seria então o dia de Jano, o deus dos portões, que teria duas faces – uma voltada para o passado e outra para o futuro.

Comentários


    Adicionar comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *