Já tomou o pequeno-almoço, hoje? – Por Alison Jesus

Estamos a dormir e de repente ouvimos o despertador. Este som indica-nos que está na hora de acordar e de tomar o pequeno-almoço!
O pequeno-almoço é a primeira refeição do dia, aquela que nos quebra o jejum da noite pouco tempo depois de acordarmos. Ele é fundamental pois fornece ao organismo a energia e os nutrimentos necessários para o início de um novo dia. Assim, o dia deve começar com o pequeno-almoço que deve ser consumido na primeira meia hora do dia, preferencialmente em casa e em família.

Quais são os benefícios de tomar o pequeno-almoço?


(Foto Google)

Quem toma o pequeno-almoço tem menor risco de ser obeso comparativamente a quem não o toma, isto porque contribui, normalmente, para uma distribuição alimentar e energética mais equilibrada ao longo do dia. Existem estudos que mostram que as crianças que não tomam o pequeno-almoço apresentam menores níveis de atenção, têm maior dificuldade em concentrar-se, tendo, por isso, menor rendimento escolar do que aquelas que fazem esta refeição. Portanto sair de casa sem comer, poderá comprometer o seu rendimento.

Mas qual é o pequeno-almoço ideal?

Um pequeno-almoço ideal deve ser completo, variado e equilibrado, devendo para tal incluir alimentos dos três grupos: Laticínios, Cereais e derivados e como não poderia faltar, a Fruta.

Dentro das fontes de cereais, temos o pão ou os cereais de pequeno-almoço que devem ser, preferencialmente, feitas a partir de farinhas pouco refinadas e/ou de mistura, pois são mais ricas em fibra, vitaminas e minerais.


(Foto Google)

No caso dos laticínios (leite, queijo e iogurtes) que são ricos em proteínas de alto valor biológico deve escolher as opções com menor gordura, sendo que no caso do leite, opte pelo meio gordo e simples. Se não gosta de leite simples pode adicionar hortelã, canela ou cevada e/ou fazer batidos de fruta fresca.

A fruta dá-nos as vitaminas, minerais e fibras, todos eles importantes para um bom funcionamento do nosso organismo. Prefira a fruta fresca e da época, podendo ocasionalmente consumir sumo de fruta 100% natural e sem adição de açúcar.
Existem também outros alimentos que podes incluir no teu pequeno-almoço, ocasionalmente e de forma moderada: manteiga, os cremes para barrar, a marmelada, as compotas e o fiambre, preferencialmente de aves, são alguns exemplos.
Eu não tenho apetite. Não consigo comer logo após acordar!
Se é o seu caso, não deve forçar. Deve é estimular gradualmente o seu apetite: comece com alimentos leves, em pequenas quantidades, aumentando-as progressivamente.

É essencial que inclua na sua rotina matinal esta refeição. Não tem tempo? Não tem fome pela manhã? Acha que não precisa desta refeição porque já acorda com as baterias recarregadas? Pois engana-se! É a refeição mais importante do dia e no caso de não ter tempo decida com antecedência que pequeno-almoço irá fazer e deixe tudo preparado na noite anterior, assim não terá motivos para saltar esta refeição.

Alison Karina de Jesus

Nutricionista

facebook.com/umaquestaodealimentacao/

alisonkjesusnutricionista@gmail.com

 

 

Comentários


    Adicionar comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *