Campeõesssss!!!

Fracos, nojentos, individualistas e estrelinhas. Alguns adjetivos que tentaram rotular a seleção que conquistou o que parecia impossível. Pela primeira vez, ganhámos um campeonato da Europa de futebol (sénior) e quebrámos um enguiço de 40 anos face à França. Tivemos sorte, sim tivemos. As novas contas da Uefa fizeram-nos passar do grupo F. Seguiram-se empates, prolongamentos, pénaltis e vitórias. E a final com o país anfitrião. Entrámos a medo e isso sentia-se do lado de cá do ecrã. Parecia o guião de um filme. Jogo após jogo, tudo era sacado a ferros. Começámos mal e, como muitos afirmaram, eu inclusive, se empatamos com a Islândia, então já fomos. Mas o engenheiro que é Mister insistiu “só chego dia 11!”. Cada jogo era uma conquista que alimentava o sonho. Sim, é possível! Pela 7a vez participávamos num campeonato da Europa. Número 7, o número mágico, o número da camisola do melhor do mundo. Pela 2a vez íamos a uma final, mas com a França, a anfitriã. Acusados de não sermos merecedores da chegada à final. Mas fomos. O sonho caiu por terra com o Cristiano no chão. O melhor do mundo lesionado. As lágrimas dele e o seu esforço num derradeiro regresso, comoveram tudo e todos. E aquela traça no seu rosto só me fazia lembrar que eram traças de quem há anos esperava por este momento que estava guardado para nós. A lesão de Cristiano Ronaldo serviu de corda para unir todos. É o enorme Rui Patrício estava decidido em mostrar que a saída do capitão não ditava nada. Perante a adversidade sentiu-se a força em vingar o melhor do mundo. Ficamos desorientados, mas unidos. Sentiu-se a inexperiência de uns, mas sobretudo a vontade de mostrar quem somos. Veio a bola ao poste dos franceses e percebemos então que tínhamos uma estrelinha. A exaustão do 11 ganhou novo folgor com o “patinho feio “a mostrar-se cisne. Éder, o homem que nos pôs na história do futebol, o mesmo homem dado para adopção pelos pais e que hoje, é um dos homens mais falados do momento, é também um exemplo de vida e de determinação “eu vou marcar Mister!”e marcou! Que coisa arrepiante! Tudo aconteceu! Portugal ganhou e agora ninguém pode dizer que foi por ter o melhor do mundo em campo. Portugal ganhou porque é uma equipa! Uma equipa que se uniu com a força de quem sempre acreditou! Que exemplo! Que orgulho! Somos campeões!!!!

  
Vossa, orgulhosa até ao tutano,

J!

Comentários

  1. Ana Sá

    11 Julho de 2016 às 18:15

    Responder

    Que orgulho em ser Portuguesa! Orgulhosa do meus país! Somos enormíssimos!
    Viva Portugal!…
    Beijinho grande minha querida

  2. Carmen Lopes

    12 Julho de 2016 às 15:43

    Responder

    A Joana fez uma “crónica” fantástica sobre s nossa participação no europeu de futebol. Não me sinto capaz de acrescentar o que quer que seja …
    Parabéns. Bjs

  3. Vitor

    21 Julho de 2016 às 1:43

    Responder

    Grande texto Joana!! Foi um grande campeonato da Europa pareceu um filme e no final ficou provado que o sonho comanda a vida o importante é nunca desistir!! Abraço :)

    • Joana Teles

      10 Agosto de 2016 às 16:14

      Responder

      Bem mais Vitor :)! Beijinho


Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *