UGGly!

Nunca tive umas botas UGG, porque pura e simplesmente não gosto. Percebo a moda, compreendo que sejam confortáveis, não entendo como alguém é capaz de pagar tanto por umas botas rasas tão sensaboronas e à parte disso tudo, estou absolutamente perplexa com a notícia que foi confirmada pela PETA.

Segundo a associação de defesa dos animais, as botas UGG são feitas de pele de carneiro – sim, pele, não a lã – revelando que os carneiros sofrem horrores para se fazer um par de UGG. Como devem calcular, os bichinhos não levam anestesia. Um horror só de pensar!

Não consigo conceber como uma marca é capaz de se afirmar no mercado, quando a sua base é a de total violência contra os animais. Neste momento, e tendo em conta a quantidade de botas UGG que já foram vendidas, estamos a falar de um autêntico massacre cometido a animais. Sei que, infelizmente, a UGG está muito longe de ser a única, mas quantas mais pessoas souberem deste crime, mais estarão conscientes que, como seres humanos, a inteligência deveria ser uma capacidade que nos distinguisse. 

Uma das imagens que mais marcaram a minha meninice, foi a de uma reportagem referente a testes de cosméticos, onde se viam cometer atrocidades inacreditáveis a animais e ainda hoje me dá vontade de chorar só de pensar. Gravei aquelas imagens na minha cabeça e desde então, procuro apenas produtos onde tenho a garantia que não são testados em animais. Sempre tive esse cuidado e não abdico dele. Contudo, não minto a ponto de dizer que não tenho uma carteira em pele, porque tenho, mas segundo sei ( e quero muito acreditar que é verdade!! ), a pele destas malas advém de aproveitamentos da carcaça do animal para consumo. 

Jaz no meu armário há décadas, um casaco que me ofereceram há mesmo muito tempo e que nunca mais consegui usar, quando soube que era feito com pêlo de coelho. Podem até dizer que eram coelhos para consumo, mas mesmo assim não consigo, não dá! O casaco até está escondido porque nem sei o que fazer com ele e até tenho vergonha!

Ainda a propósito deste tema, este sábado usei um casaco de pêlo 100% sintético que visto na televisão, parecia mesmo verdadeiro. Foi o fim do mundo no facebook do programa! Muita gente achou que era verdadeiro e de uma forma muito “peculiar”, mostrou-se perplexa com a minha escolha. Como é óbvio, jamais usaria tal coisa, e admito que fiquei até um pouco ofendida por me tomarem como capaz de usar um casaco de pêlo verdadeiro, mas compreendo e fico simultaneamente satisfeita com a manifestação. É sinal que há cada vez mais pessoas inteligentes a defenderem os animais e seus direitos!

Já agora, aqui fica o suspeito

  
Pêlo 100% sintético, marca Ferrache, pvp 149€, um efeito ótimo e uma opção inteligente!

Até já,

Vossa,

J! 

Comentários


Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *