Um Kompensan. Já!

Esta coisa de inovar, de criar coisas diferentes e nunca vistas devia ter um limite.
E o limite já não é a normalidade porque essa só nasce com alguns.
O limite devia ser a consciência,
Com tanta coisa boa para comer, porque raio comer camarões semi-vivos com formigas, senhores?

IMG_0810.JPG

O conceituado Noma não devia aproveitar a fama de melhor restaurante do mundo para se pôr a inventar coisas baseadas em filmes de terror.
É certo que o “prato” faz parte do menu do restaurante em Tóquio e que os japoneses não são esquisitinhos, mas esta coisa assemelha-se mais a um erro culinário. Uma alminha cozeu mal o camarão, pôs no lixo o bichinho que ainda estrabuchava e este foi atacado pelas formigas!
O Chef René Redpezi devia ter ido ao lixo pôr um palito e viu aquela coisa e pimba! Um momento de epifania. Epifania da nojenta.
Mas o chef vai mais longe e diz que esta coisa tem “os sabores da floresta de Nagano”
Não,não tem. Tem o sabor do camarão quase cru com formigas. Ponto!
E é nojento….

Comentários


Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *