A culpa é deles! Eles é que se põem a jeito!

 

É coisa que me enerva, mas não vale a pena. Os homens são assim mesmo! Mas a culpa não é deles!

A relação que estabelecemos com a “indelicadeza” deles é como quando compramos uns stilletos! Sabemos que é coisa para usarmos de vez em quando, que quando o fizermos vai ser doloroso, mas não lhes conseguimos resistir! Mais vale ter no armário…algum dia há-de ser preciso!

Senhores, as regras para lidar connosco são básicas e iguais há milhares de anos. Porque é que vocês não mudam?! Arre criaturas distraídas, hipocondríacas e ceguetas!

– homem: “Amor, podes pôr a música mais baixo?”

– mulher: “ Porquê? Nem sequer estás aqui no quarto!”

– homem: “É que estou ao telemóvel e não me consigo concentrar na conversa!!”

As provas são inequívocas!  O cérebro das mulheres tem a capacidade de separar e ordenar os sons por categorias e de tomar decisões conforme os mesmos. É por isto que as mulheres são capazes de falar ao telemóvel, ouvir o que dizem na mesa do lado e controlar a conversa que o marido está a ter com a mãe! Tudo ao mesmo tempo.

Já os homens só conseguem fazer uma coisa de cada vez e para ter um discurso decente, não podem sequer estar com o telemóvel na mão!

E da mesma forma como não conseguem fazer duas coisas ao mesmo tempo, também não conseguem perceber as mensagens subliminares das mulheres….

Quando acontece alguma coisa e as mulheres dizem “está tudo bem!” caramba, não percebem que não está? Neste ponto, é melhor vocês reverem o que fizeram nas últimas três semanas…e para quê perguntar “o que é que foi?” se nós respondemos sempre da mesma forma? “não foi nada!” E este “nada” deveria ecoar na vossa mente porque o nada, foi TUDO!

E se nos perguntam o porquê de estarmos assim, nós vamos responder e dizer “não quero falar sobre isso!” e quando assim é, é porque QUEREMOS FALAR !!

Mas depois há os sinais físicos da coisa, a vossa hipótese de remediar o estrago! Se mandamos as coisas para cima da mesa com força, carregamos o sobrolho e fungamos o nariz, é sinal que não estamos bem! E os homens? Nem reparam! Mas são capazes de ver que o Mercedes que passa a 500 metros de distância, tem jantes especiais e qual a cilindrada do bicho!!

E esta sensibilidade/ insensibilidade estende-se até à pele. As mulheres teem  quase 3 milhões de recetores da dor, 500 000 de toque e uma pele mais fina. Uma mulher é, por isso,  mais sensível ao toque do que um homem, mas mais gordurenta e mais sujeita a rugas (que bonita imagem!) E porque vos escrevo isto? Porque quando estamos irritadas saltamos com um “Não me toques!”. Espero que agora percebam que, quando uma mulher disser isso, os homens estão em maus lençóis!

E já agora, pelo facto da pele dos homens ser mais grossa, se eles estiverem muito concentrados, no decurso de um esforço desportivo por exemplo, nem sentem a dor! Mas alto lá! Se estão “desconcentrados”, o nível de resistência à dor do homem é muito semelhante ao de uma chinchila!

Um homem geme de dor ” Dói-me a garganta…não dormi nada…faz-me uma canja… chega-me a manta que estou com calafrios…acho melhor ir à urgências…este pingo no nariz está a matar-me…aconteça o que acontecer, quero que saibas que sempre te amei…” O diagnóstico é fácil. Estão com uma ligeira constipação!

Mas quando se trata de nós, até podemos estar enfiadas na cama com cobertores até às sobrancelhas, a gemer de dores e a delirar com a febre! O que perguntam os homens?  “Estás melhor amorzinho?” E no fundo pensam “Se fizer de conta que ela está bem, talvez ainda nos possamos render aos prazeres carnais! Ela já está na cama e já!”

Insensíveis!!

;)! Boa 2af!

Vossa

J!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

  1. cristina

    3 Fevereiro de 2014 às 12:10

    Responder

    Concordo plenamente!!! Sempre engraçada nos textos!!! É mesmo assim , os Homens sao assim!!!! É nao ligar, bem sei que nao é facil…….!! Beij boa semana

    • Joana Teles

      3 Fevereiro de 2014 às 22:59

      Responder

      Olá Cristina! Obrigada ;)! Mas não podemos viver sem eles, não é? Beijinho grande

  2. Abel

    3 Fevereiro de 2014 às 20:09

    Responder

    Nem tanto ao mar nem tanto à terra!
    Há homens e mulheres para tudo.
    Por vezes será como descreve, mas nem sempre.
    Então porque gostamos uns dos outros?

    Até já! Bjinhos

    • Joana Teles

      3 Fevereiro de 2014 às 23:03

      Responder

      Olá Abel! Isto foi uma provocação da minha parte ;)! Há de tudo! Homens que encaixam que nem uma luva e outros que não teem nada haver com o que descrevi! Beijinhos e obrigada pelos comentários!

  3. cristina

    4 Fevereiro de 2014 às 8:51

    Responder

    É verdade!! Beij

  4. Lulu Dresses

    20 Fevereiro de 2014 às 8:06

    Responder

    Thanks for this post, I am a major fan of the web site would want to go alongside updated.


Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *