A segurança nunca é demais!

Depois de ter sido mãe, fiquei piegas e medricas! Mudo o noticiário quando falam de acidentes, raptos e tudo o que envolva notícias infelizes com crianças! Fico logo a imaginar o que aquela mãe e pai estão a sofrer, choro e remoo para dentro. Sim, fico insuportável!

E falo deste tema, porque vi recentemente um vídeo a propósito de segurança rodoviária, que me arrepiou!

Ainda na semana passada, vi uma criatura ao volante de um jipe, com a criança no meio dos bancos e nisto a mãe (neste caso nem devia ser, para tamanha irresponsabilidade e falta de amor), se vê obrigada a parar à entrada da rotunda! A criança fica quase colada ao vidro! Como é possível este tipo de facilitismo?

Porque este é um ato de enorme gravidade, que se multiplica pelas estradas portuguesas, nunca é demais falar!

Sabiam que as crianças devem viajar no sentido contrário ao da marcha, até aos 4 anos de idade? Quantos põem isto em prática?

Ficou demonstrado que uma cadeira de Grupo 1 (o que aparece na imagem), instalada no sentido contrário à marcha, reduz os riscos de ferimentos graves em cerca de 75%, quando comparado com uma cadeira utilizada no sentido da marcha!

untitled
Fez-se um estudo e 46% dos inquiridos considera que é mais seguro transportar uma criança no sentido da marcha (!!!!!),16% não sabe e apenas 31% afirma que o sentido contrário à marcha é realmente o mais seguro para a criança!

Estes resultados impulsionaram a campanha: no sentido contrário à marcha! Realizou-se um crash-test que demonstra o comportamento de uma cadeira do Grupo I colocada no sentido inverso à marcha e outra no sentido da marcha.

No impacto com um sistema de retenção para crianças, orientado no sentido da marcha, as cervicais das crianças estão ainda pouco desenvolvidas e podem não suportar a força e velocidade com que a cabeça é lançada violentamente para a frente, podendo provocar lesões graves à criança.

No impacto frontal com a cadeira no sentido contrário à marcha, todas as zonas críticas ficam melhor protegidas. Todas as forças geradas no impacto distribuem-se de forma mais homogénea nas costas, cabeça e pescoço.

Espreitem só

 

Uso uma cadeirinha destas na minha MI e é daqueles investimentos para a vida! É que isto é coisa para nos pôr a pensar, hein? Eu até ao meu cão ponho cinto de segurança! Vamos lá espalhar a mensagem!

Agora tenho de ir para reportagem. Celebração dos 40 anos de carreira do Herman José, no teatro Tivoli! Vai ser de rir! Daqui a pouco, conto-vos tudo!

 

Beijinhos

Vossa,

J!

 

 

 

 

Comentários

  1. Kininha

    29 Janeiro de 2014 às 19:11

    Responder

    Sim, Joana, é muito importante que as crianças fiquem “de costas” até aos 4 anos. Além disso, temos que valorizar o papel do cinto de segurança, que deve estar justo à criança (para esta não soltar o tronco no caso de uma travadela) e não colocar os ditos “Kispos” e mantas por baixo do cinto. Os bispos ocupam o volume e depois quando ocorre embate as crianças mais facilmente se soltam dos cintos. Infelizmente estes casos acontecem em Portugal.
    Alerto os pais todos os dias para estes riscos, quer o façam ou não.
    Beijoca linda.

    • Joana Teles

      30 Janeiro de 2014 às 13:13

      Responder

      Sem dúvida Joana!
      Muita gente a colocar as crianças com casacos e nem se apercebem do mal que fazem! Beijinhos 😉

  2. Carmen

    29 Janeiro de 2014 às 19:15

    Responder

    Olá Joana!
    Infelizmente o facilitismo com que as pessoas encaram a segurança rodoviária, e não só, é de assustar o mais comum dos mortais.
    Isto é ainda mais grave quando são as crianças, que não tem noção do perigo a que estão a ser sujeitas, a ser vítimas deste desleixo.
    Obrigada por trazer este tema para o seu blog. É muito importante utilizar todos os meios ao nosso alcance para falar neste assunto.
    Beijinhos

    • Joana Teles

      30 Janeiro de 2014 às 13:14

      Responder

      Nunca é demais alertar ;)! Beijinhos

  3. cristina

    29 Janeiro de 2014 às 22:00

    Responder

    Tens toda a razao!!! És muito responsabel!!!Assim mesmo !! Tem que ser!! Infelismente muita gente nao segue a as regras de segurança!!!

    • Joana Teles

      30 Janeiro de 2014 às 13:15

      Responder

      Muita gente mesmo Cristina…e tanta tristeza pode ser evitada! Basta termos cuidado e atenção. Como em tudo na vida! Beijinhos 😉

  4. cristina

    29 Janeiro de 2014 às 22:05

    Responder

    Dà que pensar!! Beij


Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *