Andrew Morton – o “cusco” das estrelas

Diz-se que é o biógrafo mais conhecido do mundo!

Antigo jornalista, Andrew Morton (A.M.), ganhou fama aos escrever a biografia autorizada da princesa Diana, com a colaboração da própria.

Autor de biografias autorizadas e não autorizadas ( Tom Cruise, Angelina Jolie, Bill Clinton, etc..), A.M. tem gosto pela cusquice, coisa que a mim, não me apraz! Mas pronto, cada um ganha a vida como pode e a dele, corre-lhe bem!

Entrevistei-o a propósito do livro “Ladies de Espanha”, onde A.M. foca a sua atenção nas mulheres da realeza espanhola.

Alto para xuxu (como se vê na foto!), achei-o muito simpático e disponível. Afinal, no ano em que eu nascia, já andava este senhor a escrever artigos e a acompanhar a realeza inglesa. Por isso mesmo, percebe a importância de “colaborar” na entrevista…

Entrevista-a-Andrew-Morton-So Visto

Fora do ar, ficou pasmado com a nossa 5d, uma câmara fotográfica que usamos para gravar, uma vez que dá uma imagem incrível!

Gabou-me o anel (hummm…nunca me tinha acontecido isto….um homem? Deve ter haver com o facto de ele ter voltado a casar no ano passado – está mais sensível….vá! ) e orgulhosamente disse-lhe que era “made in Portugal”, claro!

Confesso-vos que não sou fã do genéro literário. É que nem sou moça de  “me procurar nas revistas” , quanto mais vasculhar a vida dos outros! Mas para quem gosta, ele contactou pessoas ligadas à realeza, o que nos traz  um retrato fiel das ladies do país vizinho.

Este tipo de livros hão-de sempre vender, porque todos temos uma certa tendência para espreitarmos a vida dos outros, principalmente se viveram num mundo diferente do nosso . Neste caso, no mundo das obrigações, das aparências e das fachadas.

É curioso ver a cusquice pelo olhar de um homem…geralmente é coisa de mulheres. (todas sabemos que isto é verdade, ok? Não adianta negar!)

A.M. revelou-se cuidadoso na abordagem e  mostra-nos a essência destas mulheres, que à exceção de Letizia, vivem num mundo à parte dos seus maridos, num casamento de fachada.

Resumindo e concluindo: Viva as plebeias!!

Andrew-Morton-and-I-Joana Teles

E para o ouvir de viva voz:

Vossa

JT

Comentários

  1. Carlos Miranda

    3 Janeiro de 2014 às 0:45

    Responder

    (…) só aqui pra nós, que ninguém nos está a ouvir… eu também já tinha gabado esse “cachucho” no seu dedo!! Mas eu até nem sou cusco!!
    😀

    • Joana Teles

      3 Janeiro de 2014 às 23:16

      Responder

      Bom gosto Carlos! Mas sou suspeita!

  2. Ana Sá

    24 Janeiro de 2014 às 23:40

    Responder

    Parabéns pela entrevista Joana. Muito bom!


Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *