É assim a cada dia 6…

Faço a retrospectiva daquele dia maravilhoso, um dos mais felizes da minha vida!

A 6 de março vi-te, conheci-te, cheirei-te e reconheci-te como minha, depois de te sentir em mim durante 9 meses. Mal dormi na noite anterior, num misto de expectativa, alívio, medo, dúvida e um desejo louco de te pegar e abraçar!

E estavas ali!Finalmente!

Apesar da iminente complicação – uma dilatação que não avançava, um cordão apertado no pescoço – vieste a nós perfeita!

Joana e filho

As lágrimas escorreram-me pela cara assim que te vi, ainda o Dr. Joaquim Gonçalves ( médico excepcional ) te tirava o cordão do pescoço. Sustivemos a respiração – eu e o papá – e voltamos a respirar quando te ouvimos chorar pela primeira vez!

Assim que te encostaram a mim, a minha primeira reação foi cheirar-te! Instinto animal, gesto primitivo de reconhecimento e sim, eras tu, a minha bebé querida!

Desde então, acompanhei o teu primeiro “olhos nos olhos”; o teu primeiro sorriso, a primeira vez que paraste de mamar e olhaste para mim a sorrir! A primeira vez que seguraste a chupeta com a mão, a primeira gargalhada, a primeira birra e o primeiro beicinho!

Falhei quando te voltaste sozinha no chão, mas o papá gravou e mostrou-me depois. Caramba, como estás crescida! 9 meses minha Maria Inês!

Olho para ti com o coração a transbordar de alegria e agradecimento! Nasceste tu e renasci eu!

Deste-me mais vida, mas também fizeste de mim uma medricas, com medo de viajar, de me afastar de ti, de ficar doente e de não estar presente. Fizeste de mim uma chorona, sensível a tudo! Fizeste de mim uma pessoa melhor!

Fazes-me sentir viva. E será sempre assim, a cada dia 6. Hoje, no próximo mês e no resto da nossa vida!

Obrigada minha pequenina!

Tua

JT

 

 

Comentários

  1. Ana Sá

    24 Janeiro de 2014 às 23:19

    Responder

    Muitos parabéns à Mamã Joana e à pequenita Maria Ines! 😉


Adicionar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *